Escalações, dados, matérias detalhadas sobre as partidas do Grêmio completas a partir do ano 2000 | Matérias: Acervo digital do jornal Correio do Povo (www.correiodopovo.com.br) e outras retiradas da Internet

08/02/2006 - Campeonato Gaúcho: Grêmio 1x0 São Luiz


Grêmio vence São Luiz por 1 a 0

Acabou o jejum de vitórias do Grêmio no Campeonato Gaúcho. Ontem, o time venceu o São Luiz por 1 a 0, no estádio Olímpico, encaminhando assim a classificação para a fase semifinal da competição.

A etapa inicial foi um teste de paciência tanto para o Grêmio como para o torcedor. Enquanto o time precisava esperar o melhor momento para encontrar brechas na defesa do São Luiz, a torcida tinha que lidar com passes errados e chances perdidas.

Mesmo com uma atuação apenas razoável, o Grêmio criou oportunidades de abrir o marcador, principalmente pelo alto. Maidana, Ramón e Reinaldo, contudo, erraram o alvo. Foi com chutes de longe que o time levou mais perigo, com Tcheco e Herrera. O argentino acertou a trave aos 36 minutos.

No segundo tempo, Mano Menezes optou por uma formação mais ofensiva, trocando um volante por um meia. A pressão aumentou e o São Luiz não resistiu. Aos 15 minutos, depois de cruzamento de Tcheco, a zaga afastou errado, o goleiro Fernando não conseguiu segurar a bola e, no rebote, Evaldo fez 1 a 0.

O gol não parou o Grêmio. Aos 21, Paulo Ramos quase ampliou, mas o chute teve como destino a trave. Aos 28, Ricardinho foi escalado, fazendo sua reestréia pelo clube.



GRÊMIO 1
SÃO LUIZ 0
Marcelo Grohe
Fernando
Alessandro
Charles
Maidana
Facim
Evaldo
Rafael
Escalona
Rômulo (Marcelo Buda)
Nunes (Marcelo Costa)
Flavinho
Lucas
Maurício
Ramon (Paulo Ramos)
Marcinho Galvão
Tcheco
Joel Cavalo
Herrera
Evandro Brito
Reinaldo (Ricardinho)
Marcos Paulista (Ivo)
Téc.: Mano Menezes
Téc.: Laoni Luz


Árbitro
Público (Renda)
Leandro Vuaden
Não divulgados

05/02/2006 - Campeonato Gaúcho: Esportivo 2x2 Grêmio


Grêmio não vence, mas segue líder

Não foi em Bento Gonçalves que o Grêmio retomou o rumo das vitórias. Ontem à tarde, o time empatou em 2 a 2 com o Esportivo. Mesmo assim, beneficiado pela derrota do Veranópolis para o Farroupilha, o time manteve-se na liderança da chave 2 do Campeonato Gaúcho.

A equipe de Mano Menezes conseguiu por duas vezes estar à frente no marcador. No seu primeiro ataque, a oito minutos, o Grêmio chegou ao gol. Tcheco aproveitou um lançamento errado de Caio e deixou Marcelo Oliveira livre para marcar. Com um chute forte de canhota, o zagueiro acertou o canto do goleiro Nivaldo.

A vantagem durou dez minutos. Aos 18, Valdiram - destaque do Esportivo no jogo - fez boa jogada pela direita e cruzou. Rafael Bertini antecipou-se a Maidana, virou e chutou sem chances para Marcelo Grohe. O Grêmio então contou com a categoria de Tcheco para marcar novamente. Aos 34, em cobrança de falta, o meia acertou o ângulo e fez 2 a 1.

Mal iniciara o segundo tempo, porém, e o Esportivo voltou a igualar o placar. Marcelo Oliveira cometeu pênalti em Valdiram. Marco Antônio bateu e definiu o marcador em 2 a 2.


ESPORTIVO 2
GRÊMIO 2
Nivaldo
Marcelo Grohe
Marco Antônio
Luiz Felipe
Ronaldo Bagé
Maidana
Fabrício
Marcelo Oliveira
Jal
Escalona
Diogo
Nunes
Dega
Lucas
Caio
Ramon (Marcelo Costa)
Rafael Dias (Jardel)
Tcheco
Rafael Bertini (Catê)
Herrera (Paulo Ramos)
Valdiram
Reinaldo (Pedro Júnior)
Téc.: Nairo Pivatto
Téc.: Mano Menezes


Árbitro
Público (Renda)
Márcio Chagas da Silva
Não divulgados

01/02/2006 - Campeonato Gaúcho: Grêmio 1x2 Farroupilha

Grêmio cai em pleno Olímpico


Primeiro, no domingo, o Farroupilha tirou do Grêmio o aproveitamento de 100%. Ontem, foi a vez da equipe de Pelotas acabar com a invencibilidade gremista no Campeonato Gaúcho. De virada e com um gol nos minutos finais, o time do Interior venceu por 2 a 1 em pleno estádio Olímpico.

Por alguns instantes, a impressão foi a de que o Grêmio sequer teria problemas em golear o adversário. Logo com seis minutos, o time de Mano Menezes já estava em vantagem no marcador. Depois de um erro do Farroupilha no meio de campo, Lucas passou para Reinaldo que só encostou para Ramón, deixando o meia livre. O jogador esperou até o último momento para então colocar na saída do goleiro Adir e estabelecer o 1 a 0.
Vieram então os (vários) gols perdidos. Na situação mais clara, Adir errou a reposição e chutou a bola em Reinaldo. De dentro da pequena área, no entanto, o centroavante acabou errando o chute. Antes, Ramón havia concluído para longe uma situação parecida.

Aos poucos, os gols perdidos deixaram de ser o único problema para o Grêmio. O Farroupilha passou a atacar com mais ousadia. Aos 31 minutos, depois de uma cobrança de escanteio, a bola passou pelo goleiro e sobrou livre para que Rodrigo Gasolina cabeceasse sem fazer muita força e empatasse o jogo.

Mano Menezes optou por uma postura mais ofensiva na etapa final com a entrada de Marcelo Costa. O volume de jogo aumentou, mas as finalizações continuaram erradas. O Grêmio reclamou, aos 37 minutos, um pênalti sobre Maidana. A derrota veio no final. Aos 42, Luiz Gustavo fez jogada pela esquerda e cruzou para Luís André concluir de cabeça. Marcelo Grohe falhou e não impediu o gol.

A paciência do torcedor gremista ontem foi total até os 31 minutos de jogo. Quando Reinaldo errou sua terceira conclusão a gol, de imediato gritos de 'Herrera! Herrera!' foram ouvidos nas arquibancadas. O atacante argentino, no entanto, sequer estava no banco de reservas.

À medida que as dificuldades do time aumentavam em campo, os protestos cresciam no estádio Olímpico. Quando Paulo Ramos foi substituído, Mano Menezes chegou a ser chamado de 'burro' por alguns torcedores das sociais.

O coro aumentou consideravelmente, entretanto, quando o Farroupilha marcou o gol da vitória. O técnico - que foi bastante aplaudido quando teve seu nome anunciado antes da partida - passou a ser vaiado com força. A exceção à impaciência da torcida foi Lucas. O volante foi aplaudido na saída de campo.



GRÊMIO 1
FARROUPILHA 2
Marcelo Grohe
Adir
Alessandro
Paulo Roberto
Maidana
Carlão
Marcelo Oliveira
Sandro Barbosa
Wellington
Flavinho
Jeovânio (Marcelo Costa)
Fabiano
Lucas
Diógenes (André Gheller)
Paulo Ramos (Pedro Júnior)
Rodrigo Gasolina
Tcheco
Vagson
Ramon
Lisandro (Luis André)
Reinaldo (Lipatin)
Beto (Luiz Gustavo)
Téc.: Mano Menezes
Téc.: Bagé


Árbitro
Público (Renda)
Vinícius Costa
11.371 (R$ 92.065)



29/01/2006 - Campeonato Gaúcho: Farroupilha 0x0 Grêmio

Grêmio empata e não é mais 100%

Time não repetiu as boas atuações anteriores e ficou no 0 a 0 contra o Farroupilha de Pelotas, mantendo a liderança da chave

Maidana estava com a razão. Na sexta-feira, o zagueiro afirmou que o jogo contra o Farroupilha, ontem, em Pelotas, seria o mais difícil para o Grêmio até o momento. A previsão do argentino se mostrou correta e o time de Mano Menezes não saiu do 0 a 0 contra o adversário do Interior. O resultado derruba a campanha 100% que o time da Capital vinha mantendo no Gauchão, mas mantém a invencibilidade gremista. Na próxima quarta-feira, as duas equipes voltam a se enfrentar na abertura do returno, agora no Olímpico.

Se, por um lado, o nível técnico da partida foi baixo, os torcedores nada têm a reclamar de emoção no confronto, no qual ambas as equipes tiveram boas chances de marcar. O Farroupilha surpreendeu e foi ao ataque com força desde o início. A defesa do Grêmio, mal posicionada, proporcionava espaços para o adversário. O primeiro lance de perigo teve origem, entretanto, em um erro individual do volante Jeovânio. O jogador atrasou mal para o goleiro Marcelo Grohe, Beto se aproveitou e desviou, mas a bola bateu na trave. A resposta veio em seguida, com uma boa jogada de Pedro Júnior, que driblou o marcador, mas chutou longe.

Na etapa final, o Grêmio melhorou e Paulo Ramos foi o destaque. Ainda assim, poucas foram as conclusões a gol. O Farroupilha deixou de estar em vantagem ao 36 minutos, quando Cleiton avançou pela esquerda e chutou forte. Mesmo depois da defesa do goleiro gremista, a bola ainda tocou no travessão.

     
FARROUPILHA 0
GRÊMIO 0
Adir
Marcelo Grohe
Carlão
Luiz Felipe
Fabiano
Maidana
Sandro Barbosa
Evaldo
Flavinho
Escalona
Dinho (Luis André)
Jeovânio
Diógenes (Manga)
Bruno Coutinho (Marcos Rogério)
Rodrigo Gasolina
Tcheco (Alessandro)
Edimar (Cleiton)
Paulo Ramos
Beto
Pedro Júnior (Lipatin)
Lisandro
Reinaldo
Téc.: Bagé
Téc.: Mano Menezes


Árbitro
Público (Renda)
Ronaldo Santos da Silva
Não divulgados